Doisélles por Dragão Fashion 2016

7 COISAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE:

DOISÉLLES

Doisélles

POR: IURY FIGUEIREDO | BACKSTAGE: NICOLAS GONDIM

Entre os pontos e nós do tricô de Raquell Guimarães, que assina as peças da marca Doisélles, é contada uma fábula muito bem delimitada em seu desfile para o DFB 2016: a história das ovelhas negras. Levando em conta o trabalho social da marca, pensar nessa temática é refletir sobre o preconceito e a possibilidade de encontrar beleza até na mais bruta das mãos.

Confira 7 curiosidades sobre o desfile da marca Doisélles no DFB 2016:

1 – Raquell Guimarães aprendeu a tricotar com as avós em Minas Gerais. Criou a marca Doisélles, onde coloca na lã e na agulha seus pensamentos e reflexões em um trabalho todo feito à mão.

2 – A marca mineira foi ao Uruguai trazer a coleção que entrega ao DFB 2016, casando com a temática do evento. Logo de início o fashion film anuncia: o tema do desfile são as ovelhas, matéria-prima da lã usada no desfile, mas não qualquer uma. Estamos falando das ovelhas negras.

3 – Os primeiros looks eram claros, usando uma lã mais crua, principalmente no primeiro casaco, com uma textura muito aconchegante. No decorrer do desfile os negros vão entrando em cena, até que as peças, inicialmente tão brandas, tornam-se sóbrias e passam a ideia de tensão.

4 – A lã negra é construída de forma a fugir das texturas aconchegantes que naturalmente associam-se ao material, dividindo espaço com tons avermelhados e fortes, remetendo ao desejo, ao pecado, mas transbordando simplicidade e luxo.

5 – As roupas da Doisélles são feitas por ovelhas negras da sociedade atual: homens de um presídio de segurança máxima ensinados por Raquell a tricotar. A mensagem do desfile é clara: daquelas mãos sempre associadas à brutalidade saem peças belas e sensíveis.

6 – A apresentação foi acompanhada por uma trilha sonora que lembra as músicas clássicas, remetendo ao luxo e ao requinte. Porém, assim como as roupas se transformam no decorrer do desfile, a música vai mudando até tornar-se perturbadora e espalhando tensão pela sala.

7 – Raquell Guimarães, por outro lado, mostrou o oposto ao fim do desfile. Correu com os pés descalços e os braços abertos pela passarela, feliz e orgulhosa pelo seu trabalho, estampando um sorriso não apenas no seu rosto, mas no de todos que foram conquistados por essa alegria.

Para conferir essa matéria acesse o site:
http://dfhouse.com.br/passarela/7-coisas-que-voce-precisa-saber-sobre-doiselles

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>